Quais os riscos do uso indevido do formol?

Matéria retirada do site ANVISA ( Agência Nacional de Vigilância Sanitária )

www.anvisa.gov.br

O QUE É O FORMOL?

O formol, também conhecido por formaldeído, formalina ou aldeído fórmico, é uma substância permitida na legislação de cosméticos apenas para conservar produtos e como agente endurecedor de unhas. Em ambos os casos, o formol é adicionado aos produtos durante o processo de fabricação, na indústria, e não depois que o produto já está pronto.

Qualquer outro uso fora dessas finalidades e concentrações acarreta sérios riscos à saúde da população.

 

 

CUIDADO

O uso de produtos não registrados ou o seu uso sem seguir as orientações do fabricante podem causar danos à córnea, queimaduras graves no couro cabeludo, quebra e queda dos cabelos.

QUAIS OS RISCOS DO USO INDEVIDO DO FORMOL?

O uso indevido do formol ocasiona diversos riscos à saúde, tais como: irritação, coceira, queimadura, inchaço, descamação e vermelhidão do couro cabeludo, queda do cabelo, ardência e lacrimejamento dos olhos, falta de ar, tosse, dor de cabeça, ardência e coceira no nariz, devido ao contato direto com a pele ou com vapor. Várias exposições podem causar também boca amarga, dores de barriga, enjôos,vômitos, desmaios, feridas na boca, narina e olhos, e câncer nas vias aéreas superiores (nariz, faringe, laringe, traquéia e brônquios), podendo até levar a morte.

Adicionar formol ou qualquer outra substância a produtos sujeitos à vigilância sanitária é infração sanitária (adulteração ou falsificação) e crime hediondo pela legislação brasileira, de acordo com o art. 273 do Código Penal,

Problemas formol